Um dia…

“Um dia, gostava de pintar o mundo com sonhos, certezas e magias sem fim. De manhã acordei tranquila, dentro de um livro de páginas brancas, depois escrevi algumas linhas tortas e soltei o fio dourado da capa de trás. Voaram três pássaros azuis brilhantes e pousaram duas andorinhas brancas e perfumadas.

Estavas reluzente, impávido e sem voz. Disse-te um sorriso tímido e acenaste um olá. “Bom dia…” Foi um único e simples som. Abracei-te com a largura do mundo e ao mesmo tempo larguei-te como não se larga nada, leve e sem peso. Um dia feliz nasceu no dia em que te vi, outros dias felizes nasceram nos dias seguintes.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s